Fechar
  • Unidade Itaim
    (11) 3040-1100
  • Unidade Morumbi
    (11)3093-1100
  • Unidade Anália Franco
    (11) 3386-1100
  • Unidade Jabaquara
    (11) 5018-4000
  • Unidade São Caetano
    (11) 2777-1100

Notícias

Fórmula 1

03/11/2015

A edição deste ano do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, que acontece nos dias 13, 14 e 15 de novembro, marca o 15º ano do Hospital São Luiz, da Rede D’Or São Luiz, como o hospital oficial do evento.


Desde 2001, o hospital leva para Interlagos sua expertise médica e seus especialistas capacitados e treinados em modelo de atendimento médico nos padrões da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Investe constantemente em equipamentos de ponta e treinamentos, incluindo encontros internacionais promovidos pela FIA para estimular a troca de informações sobre as condições mundiais de segurança no automobilismo desportivo. Todo este trabalho reflete diretamente na qualidade do socorro médico em pista, reconhecido como um dos melhores no circuito mundial.


“A maturidade que a Rede D´Or São Luiz alcançou no atendimento especializado em competições automobilísticas também é resultado do comprometimento dos profissionais envolvidos. Nesses 15 anos, a equipe médica é praticamente a mesma. Isso nos permitiu padronizar o atendimento e aprimorá-lo cada vez mais”, diz Dino Altmann, diretor médico do GP Brasil de F1 e que comemora seu 26º ano de atuação na medicina automobilística.


Para liderar a equipe da Rede D´Or São Luiz no Grande Prêmio, formada por 170 profissionais, Dino Altmann trabalha lado a lado dos médicos Pedro Rozolen, diretor médico adjunto, e Dorival de Carlucci Jr, médico supervisor de pista e diretor do Centro Médico.



Estrutura de atendimento médico em Interlagos


A equipe da Rede D´Or São Luiz no GP é formada por 170 profissionais, desde médicos de diferentes especialidades, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêutico e até uma equipe de laboratório para realização de exames. Entre as especialidades médicas presentes destacam-se cirurgião do trauma, neurocirurgião, anestesista, ortopedista, cirurgião plástico especializado em queimados, entre outros. 

Para garantir o melhor atendimento médico no Grande Prêmio, a Rede D´Or São Luiz monta um centro médico dentro do autódromo de Interlagos. A unidade possui leitos de pronto-atendimento, emergência e UTI, sala de raio-x e ultrassom, farmácia e consultório oftalmológico. “Assim como fazemos nos hospitais da Rede D´Or São Luiz, equipamos o Centro Médico com o que há de mais moderno e tecnológico na medicina. A unidade em Interlagos tem a mesma estrutura de um hospital de ponta, o que viabiliza prestar todo o atendimento de emergência ao piloto após ser socorrido em pista”, diz José Jair James de Arruda Pinto, diretor executivo da regional São Paulo da Rede D’Or São Luiz.


Além da infraestrutura instalada em Interlagos, três hospitais São Luiz ficam de retaguarda: Morumbi, Itaim e Anália Franco, onde, durante o final de semana do campeonato, 23 médicos de diferentes especialidades permanecem de prontidão, sem que prejudique o atendimento ao paciente que procurar por essas unidades. Caso haja necessidade de transportar uma eventual vítima para umas dessas unidades, dois helicópteros estão a postos em Interlagos.


“A história da Rede D´Or São Luiz no Grande Prêmio é de grandes conquistas e aprendizado, por isso estamos em festa. A experiência diária no atendimento hospitalar, inclusive em casos complexos, é fundamental para a formação de especialistas com a alta competência técnica exigida em pista. Além disso, todo conhecimento adquirido na Fórmula 1 é aproveitada dentro dos hospitais a fim de melhorar constantemente os serviços e a qualidade assistencial de atendimento”, conta o diretor executivo da regional São Paulo. 

Facebook Twitter DZone It! Digg It! StumbleUpon Technorati Del.icio.us NewsVine Reddit Blinklist Add diigo bookmark

Voltar Print

Páginas relacionadas