Fechar
  • Unidade Itaim
    (11) 3040-1100
  • Unidade Morumbi
    (11)3093-1100
  • Unidade Anália Franco
    (11) 3386-1100
  • Unidade Jabaquara
    (11) 5018-4000

Qualidade São Luiz

 

A Rede D´Or São Luiz disponibiliza os mais avançados recursos da medicina que, aliados a uma visão inovadora da saúde, vão além do tratamento eficiente. A qualidade e segurança são fundamentais para nossas unidades hospitalares.

 

Para manter a melhoria contínua e reduzir os riscos relacionados a pacientes e profissionais, são feitos planejamentos e gerenciamentos dos processos clínicos e administrativos, além de um amplo programa de treinamento, capacitação profissional e motivação para que todos compreendam a sua importância na instituição.

 

Gestão por Processos

 

Processos são conjuntos de operações sucessivas ou paralelas que proporcionam um resultado definido. O monitoramento dos processos é fundamental para garantir resultados positivos e segurança, com atividades como:

 

*  Padronização de documentos;
*  Mapeamento de processos;
*  Gerenciamento de indicadores e análise de dados;
*  Determinação de conceitos e metodologias para gerenciamento de riscos;
*  Acompanhamento e implantação de melhorias;
*  Capacitação de gestores e colaboradores

 

Segurança do Paciente

 

Nas unidades são estabelecidas sistemáticas para tratamento e prevenção de falhas, com aplicação de ferramentas para gerenciamento de riscos associados aos cuidados prestados. Além disso, fluxos e métodos são padronizados para execução das atividades clínicas e administrativas, evidenciados em documentos oficiais. O objetivo é fortalecer a interface entre profissionais de disciplinas diversas, com foco na integração assistencial e monitoramento contínuo dos resultados.

 

Acreditação

 

A acreditação é um método de avaliação dos recursos institucionais, voluntário, periódico e reservado, que busca garantir a qualidade da assistência por meio de padrões previamente definidos.

 

Com caráter educacional e não fiscal, é um processo no qual uma entidade, geralmente não governamental, independente da instituição de saúde, executa uma avaliação para determinar se a instituição atende a uma série de padrões (requisitos) elaborados para melhorar a segurança e a qualidade do serviço.

 

A acreditação propicia um compromisso visível, por parte da instituição, de melhorar a segurança e qualidade do cuidado ao paciente, garantir um ambiente seguro, e trabalhar constantemente para reduzir os riscos aos pacientes e aos profissionais.

 

O objetivo da acreditação é incentivar a implementação de um processo permanente de avaliação e certificação da qualidade dos serviços de saúde, promovendo a melhoria contínua da atenção prestada aos pacientes.

 

Histórico Qualidade São Luiz

 

Excelência em Procedimentos e Serviços

 

O Processo de Melhoria para a Qualidade (PMQ São Luiz) teve início em 1991, na unidade Itaim, com a formação de um grupo de gestores multidisciplinar para análise e aplicação de conceitos de Qualidade Total. No início de 1992 foi implantado o Processo de Melhoria para a Qualidade (P.M.Q.), com base nas teorias de Philip Crosby.

 

Em 1994, foi realizado cadastro no Programa de Controle da Qualidade de Atendimento Médico Hospitalar do Estado de São Paulo da APM/CREMESP e em 1996 ocorreu a primeira auditoria do CQH/APM, quando foi conferido ao São Luiz o “Selo de Conformidade – CQH/APM”, na unidade Itaim.

 

Em 1999, a Unidade Itaim obteve a Certificação de seu Sistema Gestão da Qualidade com base na Norma NBR ISO 9002 versão 1994, em todos os serviços prestados. Em junho de 2002, a unidade Itaim foi recertificada de acordo com a Norma NBR ISO 9002 versão 1994. Em novembro de 2003, as unidades Itaim e Morumbi foram certificadas de acordo com os requisitos da NBR ISO 9001 versão 2000 e recertificadas em novembro de 2006, como comprovação da excelência nos serviços prestados.

 

Organização Nacional de Acreditação (ONA)

 

A certificação nacional da ONA visa contribuir para o aprimoramento da qualidade da assistência à saúde, responsabilidade com a segurança e ética profissional, através do desenvolvimento e evolução de um sistema de acreditação.

 

Morumbi: Em 2008 recebeu o certificado de Acreditação Hospitalar Nacional no nível III – ACREDITADO COM EXCELÊNCIA, mantido nos anos seguintes.

 
Anália Franco:

Conquistou em 2012 o certificado da Acreditação Hospitalar Nacional no nível II - ACREDITADO PLENO, e em 2013 recebeu o certificado de Acreditação Hospitalar Nacional no nível III – ACREDITADO COM EXCELÊNCIA.

 

Jabaquara: 

Conquistou em 2014 o certificado da Acreditação Hospitalar Nacional no nível II - ACREDITADO PLENO.


Acreditação internacional


A acreditação internacional é baseada na qualidade das instalações, segurança do paciente e gestão dos serviços prestados. O objetivo principal é estimular a melhoria contínua e sustentada nas instituições de saúde, por meio do emprego de padrões de consenso internacional.

A conquista do selo internacional concedido pela Joint Commission International e Accreditation Canada tornarão as unidades parte integrante do seleto grupo de hospitais acreditados internacionalmente.
 

Joint Commission International (JCI) 

A unidade Itaim é acreditada pela Joint Commission International (JCI), uma das certificações mais importantes do mundo. O criterioso selo atesta a excelência da unidade em qualidade do atendimento hospitalar e segurança do paciente. A certificação é baseada em rígidos critérios de qualidade em saúde e se tornou referência  no mundo todo. O modelo é construído sobre a filosofia de melhoria contínua da qualidade no atendimento, transferência de conhecimento e desenvolvimento de competências dentro de uma equipe de trabalho multidisciplinar. 



Accreditation Canada – Qmentum

As unidades Morumbi e Anália Franco tornaram-se integrantes do grupo de hospitais certificados pelo Acreditation Canada International, no Processo de Acreditação Internacional, metodologia Qmentum, que orienta e monitora os padrões de alta performance em qualidade e segurança da saúde, promovendo a melhoria contínua de todos os processos, da identificação correta dos pacientes ao entendimento das necessidades das pessoas assistidas, administração de medicamentos e demais procedimentos como higienização e protocolos internacionais de atendimento.




Páginas relacionadas